Quais são os deputados e senador eleitos por São Paulo

São Paulo elegeu o senador Astronauta Marcos Pontes (PL) e setenta deputados federais no dia 2 de outubro. O candidato mais votado para deputado federal foi Guilherme Boulos (PSOL), com 1.001.472 votos. 

Confira todos os deputados federais eleitos por São Paulo:

UFCandidato(a)Partido/ColigaçãoSituaçãoVotos Computados
SPGUILHERME BOULOSPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP1.001.472
SPCARLA ZAMBELLIPLEleito por QP946.244
SPEDUARDO BOLSONAROPLEleito por QP741.701
SPRICARDO SALLESPLEleito por QP640.918
SPDELEGADO BRUNO LIMAPPEleito por QP461.217
SPTABATA AMARALPSBEleito por QP337.873
SPCELSO RUSSOMANNOREPUBLICANOSEleito por QP305.520
SPKIM KATAGUIRIUNIÃOEleito por QP295.460
SPERIKA HILTONPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP256.903
SPDELEGADO PALUMBOMDBEleito por QP254.898
SPCAPITÃO DERRITEPLEleito por QP239.772
SPMARINA SILVAREDE – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP237.526
SPBALEIA ROSSIMDBEleito por QP236.463
SPFABIO TERUELMDBEleito por QP235.165
SPMARCOS PEREIRAREPUBLICANOSEleito por QP231.626
SPSÂMIA BOMFIMPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP226.187
SPPASTOR MARCO FELICIANOPLEleito por QP220.595
SPROSÂNGELA MOROUNIÃOEleito por QP217.170
SPROSANA VALLEPLEleito por QP216.437
SPALEX MANENTECIDADANIA – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP196.866
SPRUI FALCÃOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP193.990
SPALEXANDRE LEITEUNIÃOEleito por QP192.806
SPMARCIO ALVINOPLEleito por QP187.314
SPDELEGADO DA CUNHAPPEleito por QP181.568
SPRENATA ABREUPODEEleito por QP180.247
SPFELIPE BECARIUNIÃOEleito por QP178.777
SPPAULO ALEXANDRE BARBOSAPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP170.378
SPCAPITÃO AUGUSTOPLEleito por QP168.740
SPKIKO CELEGUIMPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP167.438
SPPAULO FREIRE DA COSTAPLEleito por QP161.675
SPJILMAR TATTOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP157.843
SPMARCO BERTAIOLLIPSDEleito por QP157.552
SPSÔNIA GUAJAJARAPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP156.966
SPLUIZ MARINHOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP156.202
SPJEFFERSON CAMPOSPLEleito por QP155.336
SPNILTO TATTOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP151.861
SPCARLOS ZARATTINIPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP147.349
SPARLINDO CHINAGLIAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP144.108
SPCEZINHA DE MADUREIRAPSDEleito por QP143.434
SPBRUNO GANEMPODEEleito por QP141.595
SPALEXANDRE PADILHAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP140.037
SPALENCAR SANTANAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP139.223
SPRICARDO SILVAPSDEleito por QP133.936
SPMAURICIO NEVESPPEleito por QP129.731
SPJULIANA CARDOSOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por média125.517
SPPAULO TEIXEIRAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por média122.800
SPMARIO FRIASPLEleito por QP122.564
SPALBERTO MOURÃOMDBEleito por QP114.234
SPLUIZA ERUNDINAPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP113.983
SPARNALDO JARDIMCIDADANIA – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP113.462
SPVINICIUS CARVALHOREPUBLICANOSEleito por QP113.009
SPMARCELO LIMASOLIDARIEDADEEleito por QP110.430
SPADRIANA VENTURANOVOEleito por QP109.474
SPRODRIGO GAMBALEPODEEleito por média108.209
SPMIGUEL LOMBARDIPLEleito por QP107.869
SPVITOR LIPPIPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP106.661
SPMOTTAPLEleito por QP104.701
SPMILTON VIEIRAREPUBLICANOSEleito por QP98.557
SPCARLOS SAMPAIOPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por média98.102
SPSIMONE MARQUETTOMDBEleito por média97.730
SPGILBERTO NASCIMENTOPSCEleito por média95.077
SPMARIA ROSASREPUBLICANOSEleito por média94.787
SPDAVID SOARESUNIÃOEleito por QP93.831
SPMARANGONIUNIÃOEleito por média89.390
SPJONAS DONIZETTEPSBEleito por QP84.044
SPLUIZ PHILIPPE DE O BRAGANÇAPLEleito por QP79.210
SPANTONIO CARLOS RODRIGUESPLEleito por QP73.054
SPFAUSTO PINATOPPEleito por média72.169
SPDELEGADO PAULO BILYNSKYJPLEleito por QP72.156
SPTIRIRICAPLEleito por média71.754

Já para a Assembleia Estadual, 94 deputados estaduais foram eleitos. O mais votado foi Eduardo Suplicy (PT) com 807.015 votos. 

Confira todos os deputados estaduais eleitos por São Paulo: 

UFCandidato(a)Partido/ColigaçãoSituaçãoVotos Computados
SPEDUARDO SUPLICYPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP807.015
SPCARLOS GIANNAZIPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP276.811
SPPAULA DA BANCADA FEMINISTAPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP259.771
SPBRUNO ZAMBELLIPLEleito por QP235.305
SPMAJOR MECCAPLEleito por QP224.462
SPTOMÉ ABDUCHREPUBLICANOSEleito por QP221.656
SPANDRÉ DO PRADOPLEleito por QP216.268
SPTENENTE COIMBRAPLEleito por QP209.705
SPDELEGADO OLIMPPEleito por QP201.348
SPANA CAROLINA SERRACIDADANIA – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP198.698
SPMILTON LEITE FILHOUNIÃOEleito por QP198.429
SPGIL DINIZPLEleito por QP196.215
SPBRUNA FURLANPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP195.436
SPCAPITÃO CONTE LOPESPLEleito por QP192.454
SPITAMAR BORGESMDBEleito por QP183.480
SPMARCOS DAMASIOPLEleito por QP183.219
SPCARLOS CEZARPLEleito por QP180.690
SPCARLA MORANDOPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP177.773
SPJORGE WILSON XERIFE CONSUMIDORREPUBLICANOSEleito por QP177.614
SPEDIANE MARIAPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP175.617
SPMARTA COSTAPSDEleito por QP170.541
SPEMÍDIO DE SOUZAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP157.834
SPPROFESSORA BEBELPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP155.983
SPGUTO ZACARIASUNIÃOEleito por QP152.481
SPGERSON PESSOAPODEEleito por QP143.704
SPENIO TATTOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP142.785
SPLUIZ FERNANDOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP141.017
SPROGÉRIO NOGUEIRAPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP139.756
SPOSEIAS DE MADUREIRAPSDEleito por QP137.205
SPVALERIA BOLSONAROPLEleito por QP131.557
SPLUCAS BOVEPLEleito por QP130.451
SPEDMIR CHEDIDUNIÃOEleito por QP129.097
SPTHIAGO AURICCHIOPLEleito por QP123.483
SPVINICIUS CAMARINHAPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP123.316
SPMAURICIPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP121.455
SPRAFAEL SILVAPSDEleito por QP118.182
SPPAULO FIORILOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP110.251
SPREISPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP108.726
SPMARCIA LIAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP108.587
SPBARBAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP108.071
SPMONICA DO MOVIMENTO PRETASPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP106.781
SPCARLÃO PIGNATARIPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP105.245
SPCAIO FRANÇAPSBEleito por QP105.173
SPSEBASTIÃO SANTOSREPUBLICANOSEleito por QP104.374
SPALTAIR MORAESREPUBLICANOSEleito por QP98.515
SPRAFAEL SARAIVAUNIÃOEleito por QP98.070
SPGILMACI SANTOSREPUBLICANOSEleito por QP96.361
SPAGENTE FEDERAL DANILO BALASPLEleito por QP94.552
SPRUI ALVESREPUBLICANOSEleito por QP91.717
SPTHAINARA FARIAPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP91.388
SPLEO SIQUEIRANOVOEleito por QP90.688
SPRICARDO MADALENAPLEleito por QP90.630
SPLECI BRANDÃOPC do B – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP90.496
SPFELIPE FRANCOUNIÃOEleito por QP90.440
SPANALICE FERNANDESPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP90.135
SPANDRÉA WERNERPSBEleito por QP88.820
SPDONATOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP88.022
SPBARROS MUNHOZPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP86.372
SPPAULO MANSURPLEleito por QP86.201
SPMARINA HELOUREDE – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP85.517
SPMARCIO NAKASHIMAPDTEleito por QP85.195
SPCAPITÃO TELHADAPPEleito por QP83.438
SPEDNA MACEDOREPUBLICANOSEleito por QP82.932
SPCARUSOMDBEleito por QP82.209
SPLEO OLIVEIRAMDBEleito por QP82.145
SPDR. JORGE DO CARMOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP82.054
SPSOLANGE FREITASUNIÃOEleito por QP81.870
SPDANIEL SOARESUNIÃOEleito por média81.753
SPDANI ALONSOPLEleito por QP80.337
SPANA PERUGINIPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP79.061
SPMAURO BRAGATOPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por QP78.142
SPHELINHO ZANATTAPSCEleito por QP77.550
SPRAFA ZIMBALDICIDADANIA – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por média76.910
SPROGÉRIO SANTOSMDBEleito por média76.602
SPRODRIGO MORAESPLEleito por QP75.094
SPRÔMULO FERNANDESPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por QP75.033
SPALEX DE MADUREIRAPLEleito por média74.340
SPLUIZ CLAUDIO MARCOLINOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por média70.487
SPDELEGADA GRACIELAPLEleito por média68.955
SPLETÍCIA AGUIARPPEleito por QP68.556
SPMARIA LUCIA AMARYPSDB – Federação PSDB Cidadania (PSDB/CIDADANIA)Eleito por média66.956
SPFABIANA B.PLEleito por média65.497
SPBETH SAHÃOPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por média65.407
SPRICARDO FRANÇAPODEEleito por QP64.175
SPPAULO CORRÊA JRPSDEleito por média62.239
SPSIMÃO PEDROPT – Federação Brasil da Esperança – FE BRASIL (PT/PC do B/PV)Eleito por média59.785
SPCLARICE GANEMPODEEleito por QP59.342
SPEDSON GIRIBONIUNIÃOEleito por média59.087
SPATILA JACOMUSSISOLIDARIEDADEEleito por QP58.707
SPVITÃO DO CACHORRÃOREPUBLICANOSEleito por média56.729
SPDR EDUARDO NÓBREGAPODEEleito por QP53.607
SPDR VALDOMIRO LOPESPSBEleito por QP50.824
SPDR. ELTONPSCEleito por QP46.042
SPGUILHERME CORTEZPSOL – Federação PSOL REDE (PSOL/REDE)Eleito por QP45.094

O especialista em direito eleitoral Rafael Lage explica que o Artigo 24 da  Constituição Federal estabelece os temas que os estados podem legislar em concorrência com a União. Além disso, cada estado tem a própria constituição, com suas respectivas particularidades que refletem na atuação da Assembleia Legislativa. 

“Considerando que cada Assembleia Legislativa do estado tem um número de eleitos, geralmente eles estão espalhados por diversas regiões de cada estado. Então, geralmente em todas as regiões, presume-se que estão devidamente representadas. E aí esses eleitos vão basicamente levar as demandas das determinadas regiões dos seus respectivos estados para a casa legislativa e fazer essa aproximação com o próprio poder executivo estadual e tentar propor melhorias para suas respectivas regiões.”

A consultora legislativa e chefe da Unidade de Constituição e Justiça da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Olávia Bonfim, comenta as funções do poder legislativo: “É um poder no qual conseguimos observar com bastante clareza a democracia acontecer. Isso porque os deputados eleitos representam os variados segmentos da sociedade, e eles atuam de modo a promover as principais funções do poder legislativo, que são principalmente legislar e fiscalizar, e na função de fiscalizar se faz um verdadeiro controle do poder Executivo”. 

O que fazem deputados federais e senadores

O deputado federal tem como principais responsabilidades legislar e fiscalizar. Ele pode propor novas leis, mas também sugerir mudanças ou o fim de normas que já existem, incluindo a própria Constituição Federal. 

Cabe a esses parlamentares analisar qualquer projeto de lei proposto pelo Executivo. Eles também discutem e votam as medidas provisórias (MPs) editadas pelo governo federal. Vale lembrar que nem todas as propostas são votadas no Plenário, ou seja, por todos os 513 parlamentares. Algumas pautas são decididas nas comissões temáticas da Câmara dos Deputados. 

Os deputados federais também devem controlar os atos do presidente da República e fiscalizar as ações do Executivo. Segundo a Constituição, a Câmara tem poder para autorizar a instauração de processo de impeachment contra o presidente e o vice-presidente, embora o julgamento seja papel do Senado. Eles também podem convocar ministros de Estado para prestar informações e julgar as concessões de emissoras de rádio e televisão, bem como a renovação desses contratos.

Pode-se dizer que os deputados estaduais têm as mesmas prerrogativas que os deputados federais. Ou seja, têm a missão de legislar e fiscalizar, mas enquanto um o faz isso no nível federal, na Câmara dos Deputados, o outro atua na Assembleia Legislativa, em nível estadual. 

Assim como os deputados federais, os senadores têm as atribuições de legislar e fiscalizar. Mas como o Senado é considerado a Câmara Alta do Poder Legislativo Federal, isso confere aos parlamentares da Casa alguns papéis exclusivos.

A primeira distinção se dá em relação ao tempo de mandato. Enquanto os deputados têm quatro anos no cargo, os senadores permanecem por oito anos. Além disso, o Senado representa o DF e os estados da federação, enquanto a Câmara representa o povo. É por isso que, diferentemente da Câmara, o Senado tem o mesmo número de parlamentares por estado, qualquer que seja o tamanho da população da unidade federativa. 

Quando o assunto é impeachment, cabe aos senadores julgar se o Presidente da República cometeu crime de responsabilidade. O mesmo vale para processos contra ministros de Estado. No caso de acusações envolvendo comandantes das Forças Armadas, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o procurador-geral da República (PGR), os processos são de responsabilidade exclusiva do Senado, desde o início. Os senadores também decidem se aprovam os nomes indicados pelo Executivo ao STF, à PGR e ao Banco Central. 

Quais são os deputados e senador eleitos pelo Rio de Janeiro

Quais são os deputados e senador eleitos pelo Piauí

Orçamento

Cabe aos deputados federais e aos senadores discutir e votar o orçamento da União. É a Comissão Mista de Orçamento (CMO), composta por parlamentares das duas casas legislativas, que analisa e vota a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA). 

Cesar Lima, especialista em orçamento público, explica que todos os parlamentares podem apresentar emendas individuais. É por meio delas que eles podem alterar o orçamento, destinando recursos para a realização de obras específicas em seus estados e municípios. Isso é uma forma de atender os interesses e necessidades de seus eleitores.

Além das emendas individuais, existem as emendas de bancadas estaduais, explica Cesar. “As bancadas estaduais são formadas pelos parlamentares eleitos por cada estado, todos juntos. Eles podem apresentar cerca de R$ 260 milhões em emendas.  Só que ao contrário das emendas individuais, que podem ser para qualquer tipo de obra, as emendas de bancada têm que ter um caráter estruturante, ou seja, obras de maior porte, e só podem ser utilizadas dentro daquele estado que está indicando”, detalha. 

Os parlamentares também devem fiscalizar a aplicação dos recursos públicos. Para isso, contam com a parceria do Tribunal de Contas da União, o TCU. “A Comissão Mista de Orçamento pode realizar diligências com os seus membros para fazer esse tipo de fiscalização, mas geralmente se utiliza o TCU, que já tem toda uma estrutura voltada para essa fiscalização, não só da correta aplicação dos recursos dentro das normas mas também sobre a efetividade das políticas públicas”, afirma Cesar. 

Papel do eleitor

A atuação dos eleitores continua depois da escolha feita na cabine de votação. É preciso acompanhar o trabalho dos representantes escolhidos para aprovar as leis que regem o cotidiano da população brasileira. 

O especialista em direito eleitoral, Alberto Rollo, destaca que além de eleger, é fundamental fiscalizar os trabalhos dos candidatos eleitos. “Porque se aquela pessoa que foi eleita cumprir o seu papel, cumprir os seus compromissos, vai merecer novamente o voto do eleitor. Se a pessoa que foi eleita não cumpriu nada, não fez nada do que prometeu, então não vai merecer de novo o voto, e a gente vai dar espaço, lugar para outra pessoa”, observa. 

No Congresso Nacional, 23 homens e quatro mulheres vão assumir funções no Senado a partir de 1º de fevereiro de 2023, para um mandato de oito anos. Cada um dos 26 estados e o DF elegeram uma pessoa como representante. 

A Câmara dos Deputados, com 513 eleitos para os próximos quatro anos de legislatura, será composta por 422 homens e 91 mulheres. O número de representantes por estados e DF é proporcional à população de cada unidade federativa, a partir dos dados mais recentes do IBGE. 

Nova configuração do Congresso Nacional

Das 81 cadeiras do Senado, o PL terá a maior bancada. A legenda do Presidente da República, Jair Bolsonaro, vai ocupar 15 vagas. São seis vagas a mais que antes do primeiro turno das eleições. Os senadores Marcos Rogério e Jorginho Mello, que compõem a bancada do PL, disputam o segundo turno para o governo de seus estados, Rondônia e Santa Catarina, respectivamente. Se ambos forem eleitos governadores, o partido de Bolsonaro será representado por 13 senadores.

O PSD, partido do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, terá a segunda maior bancada, com 11 senadores. A legenda perdeu uma vaga em relação ao cenário pré-eleições. A terceira maior bancada, por enquanto, pertence ao União Brasil. O partido terá dez senadores, quatro a mais do que tinha. A sigla, criada após fusão do DEM com o PSL, pode perder Rodrigo Cunha, candidato ao governo de Alagoas. Se ele vencer, a legenda ficará com nove cadeiras. 

Antes dono da maior bancada no Senado, o MDB perdeu três vagas e deve começar a próxima legislatura com nove senadores. Mesmo número do PT, que viu a bancada aumentar de sete para nove parlamentares. O partido, no entanto, aguarda o resultado do segundo turno das eleições em Sergipe, pois se Rogério Carvalho se eleger governador, a legenda terá oito representantes na Casa. 

Podemos e PP dividem o posto de sexta maior bancada, cada uma com seis senadores. PSDB, com quatro, Republicanos e PDT, com três, completam a lista das siglas que terão mais de um senador em 2023. Já PROS, PSB, PSC, Cidadania e Rede serão representados por apenas um senador.  
Vale lembrar que PSB, PSDB, MDB e PSD também estão de olho no segundo turno das eleições para governador. Isso porque cada um desses partidos têm um suplente que vai assumir uma cadeira no Senado, caso os parlamentares envolvidos nas disputas pelos governos estaduais vençam os pleitos. 

Confira abaixo a evolução das bancadas no Senado

A maior bancada da Câmara dos Deputados é do Partido Liberal (PL), que passará de 76 a 99 deputados, um aumento de 23 vagas. Em segundo lugar, fica a federação PT-PCdoB-PV, com 80 deputados, 12 a mais que a legislatura atual. A terceira maior bancada é do União: 56 deputados eleitos, um crescimento de oito parlamentares na bancada. 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *