Salão Nacional do Turismo supera expectativa de público e recebe mais de 37 mil visitantes

Mais de 37 mil pessoas puderam conhecer um pouco mais cada canto do Brasil, e ver de perto todo o potencial turístico e cultural do país. Assim chegou ao fim a 7ª edição do Salão Nacional do Turismo, que durante três dias encantou o público com muitas manifestações culturais, gastronomia, palestras, shows musicais e todos os principais produtos turísticos dos estados.

O ministro do Turismo, Celso Sabino comemorou os resultados. “Resgatamos, depois de 12 anos, essa grande festa do turismo nacional. Estamos mostrando ao Brasil e ao mundo como o nosso setor é pujante e forte, e esse Salão veio celebrar isso. Seguiremos juntos construindo o turismo pelo Brasil, e em 2024 vamos avançar muito mais”, celebrou.

Um dos destaques foi a participação expressiva de expositores, que apresentaram uma ampla gama de destinos, serviços e produtos relacionados ao turismo. Foram 758 experiências, desde representantes de destinos turísticos tradicionais até os que trouxeram as inovações no setor.

As cinco regiões do Brasil estiveram no evento, promovendo suas belezas naturais, culturais e históricas. Os 26 estados e o Distrito Federal trouxeram a combinação do que há de melhor para a formação da cultura de viagens no Brasil.

Autoridades nacionais, internacionais e do trade turístico também marcaram presença no Salão. Foram mais de mil representantes, desde parlamentares, como o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, secretários estaduais e municipais de turismo, prefeitos, embaixadores, além da representação da Organização Mundial do Turismo (OMS), com o secretário-geral da entidade, Zurab Pololikashvili.

O reconhecimento pelas melhores práticas desempenhadas em prol do desenvolvimento do setor teve espaço no Salão. Foram mais de 50 reconhecimentos no Prêmio Nacional do Turismo, incluindo finalistas e vencedores, nos eixos profissionais e iniciativas de destaques.

O Salão proporcionou, ainda, um ambiente propício para a troca de experiências e novas parcerias. Com 14 atividades do Núcleo de Conhecimento, entre oficinas, palestras, reuniões, painéis e mesas redondas, o público pôde discutir temas relevantes para o cenário atual do turismo, com questões como sustentabilidade, novas tendências e qualificação profissional, por exemplo.

E nessa grande celebração do turismo não poderia faltar as manifestações culturais. Grupos regionais, música e danças típicas de todo o Brasil circularam em cortejos e apresentações nos palcos do Salão. Foram 27 grupos e três grandes shows que animaram a galera.

Para deixar tudo isso de pé, uma grande equipe estava nos bastidores fazendo o Salão acontecer. Foram 98 profissionais, entre servidores do Ministério do Turismo, colaboradores, terceirizados e voluntários que trabalharam arduamente para fazer o turismo brilhar.

Promovido pelo Ministério do Turismo o evento contou com a fundamental parceria da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, da Embratur, do Banco do Brasil, da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), do SESC, do SENAC e do Sebrae Nacional que ajudaram a construir a maior vitrine do turismo nacional.

O evento finaliza cumprindo a missão de trazer de volta o turismo brasileiro para os holofotes do país e já com a expectativa da próxima edição, que acontecerá no segundo semestre do ano que vem.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *