Secretaria do Consumidor notifica oito entidades representantes de postos de combustíveis

O Ministério da Justiça e Segurança Pública notificou cinco entidades representantes de postos de combustíveis no Rio de Janeiro, duas em São Paulo e uma no Paraná, para que expliquem o aumento no preço da gasolina. Após o recebimento da notificação, as empresas têm o prazo de 48 horas para responder ao ministério.

Expedida pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), a notificação solicita explicações que justifiquem o aumento no valor do produto. O advogado André Neres, sócio do PDK Advogados, informa que caso as entidades que receberam a notificação não tenham uma explicação plausível para o ato, algumas penalidades poderão ser aplicadas.

“Caso as entidades e as associações dos postos não atendam às solicitações sem motivo justificável, algumas sanções administrativas previstas no Código de Defesa do Consumidor e alguns atos administrativos da Senacon podem ser aplicados, tais como suspensão do fornecimento de produto, suspensão temporária de atividade e até mesmo a revogação da concessão a permissão de uso”, destaca.

O economista Hugo Garbe ressalta ainda que o descumprimento da medida pode acarretar sanções econômicas às entidades e aos estabelecimentos.“ Podem sofrer multa financeira ou até ter o seu comércio, no caso o posto de gasolina, com as bombas lacradas”, adverte.

Imposto de Renda, IPVA e IPTU pressionam orçamento dos brasileiros nos primeiros meses de 2023

Cade abre processo para investigar aumento nos preços do combustíveis

 

Valor médio da gasolina nos estados do Brasil

De acordo com a Senacon, até o momento não houve resposta de nenhuma entidade notificada. No caso, o aviso de recebimento da notificação ainda não foi entregue, assim o prazo de 48 horas ainda não começou.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *