Vacina contra a gripe: campanha nacional chega ao fim, ministério incentiva ações locais

Termina nesta quarta-feira (31) a campanha nacional de vacinação contra a grip. Segundo dados do Ministério da Saúde, mais de 34,7 milhões de doses foram aplicadas. Para efetiva proteção da população, em especial os mais vulneráveis, é preciso que mais pessoas se vacinem.

A infectologista Joana D’arc destaca a importância de se vacinar contra a gripe todo ano. “É uma vacina que é atualizada anualmente, então todos os anos a gente precisa fazer porque tem novas variantes, e a gente tomando anualmente a gente está protegido. Vale a pena você tomar a sua dose, fazer o seu reforço, mesmo quem não está dentro da população de risco pode fazer uso da vacina sem problema nenhum. É uma proteção a mais pra sua saúde”, afirmou.

Quase 80 milhões de doses contra a doença foram distribuídas em todo o país. Com o encerramento da campanha, o Ministério orienta que estados e municípios ampliem o calendário de ações locais enquanto durarem os estoques de vacinas. A campanha de imunização contra a gripe faz parte da ação “Movimento Nacional pela Vacinação”, lançada em fevereiro para retomar as altas coberturas vacinais  no país. 

A imunização é o melhor jeito de prevenir casos leves e principalmente as complicações da doença, como explica o infectologista Julival Ribeiro. “A melhor maneira de a gente prevenir a influenza ou gripe, sobretudo agora que estamos entrando na fase sazonal da gripe aqui no Brasil, é fazer a sua vacinação. Se vacine e previna infecção da gripe, que pode infelizmente levar, sobretudo em pessoas de risco, a quadros graves com pneumonia e até a óbito”.

A gripe é uma infecção aguda no sistema respiratório, com grande potencial de transmissão. Os principais sintomas da gripe são febre, dor de garganta, tosse, dor no corpo e dor de cabeça. 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *